...

B. O. ANIMAL

Página de Registros de Denúncias, Notícias e Informações da Causa Animal.

quarta-feira, 27 de março de 2013

Vergonha mundial! PETA acusada de matar Cães e Gatos em 2012


Vergonha Mundial - PETA decepciona!

PETA mata mais de 1.600 cães e gatos nos EUA


Publicado em 27 de março de 2013 em: http://vista-se.com.br/redesocial/peta-animais/

O orçamento anual da PETA é estimado em mais de 60 milhões de reais.

A mais famosa ONG de proteção animal e divulgação do veganismo do mundo, a PETA, mais uma vez entra em uma grande polêmica. Segundo o jornal britânico Mail Online, a organização matou 1.647 animais em 2012 e conseguiu famílias para adoção de apenas 19 animais, entre cães e gatos (leia aqui, em inglês). O jornal alega que estes dados foram enviados pela própria PETA – nome que, em inglês, significa “Pessoas Pelo Tratamento Ético dos Animais” -, ao Departamento de Agricultura da Virginia, nos Estados Unidos (veja o documento, em inglês).

A organização já enfrentou críticas outras vezes, especialmente por suas campanhas consideradas sexistas que usam mulheres nuas, mas, desta vez, a popularidade da PETA realmente pode ir pelo ralo, apesar dos argumentos que a ONG usa para se defender.
Na área de “perguntas frequentes” de seu site oficial, a PETA firma sua posição sobre a eutanásia, reconhecendo ser uma “trágica necessidade” (leia aqui, em inglês).

A ONG diz aue recebe todo tipo de caso em seus abrigos e que, por isso, precisa muitas vezes agir de forma contrária a que gostariam. A PETA diz ainda que eles fazem o que outras ONGs não querem fazer para não terem seus nomes citados em situações como esta.
Sobre a atual denúncia, a PETA confirma as mortes e se defende dizendo que não havia outra forma de lidar com os animais que foram mortos e que não há espaço nos abrigos ou lares para todos eles.
Em uma carta aberta publicada na quinta-feira (21) em seu blog, a PETA acusa as pessoas que compram cães de raça ao invés de adotar um de um abrigo de causadoras desta situação. A carta foi escrita pela própria presidente da instituição (leia aqui, em inglês).

“É fácil apontar o dedo para aqueles que são forçados a fazer o ‘trabalho sujo’ causado pela aquisição ocasional e criação de cães e gatos que terminam sem casa e indesejados. Mas a PETA nunca virará as costas ou negligenciará um animal sem teto e sem amor, mesmo se o melhor que podemos oferecer a ele seja livrá-lo de forma indolor de um mundo que não tem coração e lares suficientes para eles.”

De fato, as condições nos abrigos são cada vez piores e a sociedade ainda demorará muito para se conscientizar sobre castração e contra a compra de animais de raça. Assim, a situação em que a PETA se encontra – de receber todo tipo de caso de animais abandonados e ter que lidar com isso – é realmente delicada. Porém, o baixíssimo número de lares para adoção conseguidos durante todo o ano de 2012 chama a atenção. Como uma ONG tão rica e poderosa não consegue encaminhar mais do que 19 animais para adoção em um ano inteiro?

terça-feira, 26 de março de 2013

Cadela agoniza e morre após Zoofilia - Dono permanece solto - MG

Cadela estuprada agoniza e morre
Idoso Acusado não foi preso por ser Esquizofrênico 



"
A Roberta nos enviou esta triste denuncia .
O CASO ACONTECEU EM BOA ESPERANÇA - ESTADO DE MINAS GERAIS.
Estamos solidários ao LUTO da ONG AMOR' ANIMAL.

Leiam todos os relatos:

Enviado por Roberta
(Compartilhado da Lealdade Animal)

Relato de Ariane Cabral:
COMPARTILHEM!!!!
LUTO PELA DIANA! AMIGOS VENHO COMPARTILHAR COM VOCÊS A TRISTE HISTÓRIA DA DIANA PARA QUE ME AJUDEM A PEDIR JUSTIÇA ATRAVÉS DA MÍDIA, JÁ QUE AS AUTORIDADES NÃO FAZEM NADA!
A ONg Amor'Animal DE BOA ESPERANÇA, ESTADO DE MINAS GERAIS, RECEBEU UMA DENÚNCIA DE QUE UM IDOSO MANÍACO ESTAVA ESTUPRANDO A CADELA, FOI RESGATADA EM UM ESTADO LASTIMÁVEL, FOI FEITA UMA CIRURGIA PARA CASTRAÇÃO E RECONSTITUIÇÃO VAGINAL NA CADELA, LEVAMOS PARA UM ABRIGO, UM PONTO DE APOIO QUE INFELIZMENTE É PRECÁRIO, MAS É O ÚNICO LOCAL QUE TEMOS :(
O LOCAL FOI INVADIDO POR UMA PESSOA QUE ENVENENOU ALGUNS ANIMAIS E SOLTOU O RESTO!!!
A DIANA FOI SOLTA E ACABOU VOLTANDO PARA O "DONO", ELE PASSOU UMA NOITE COM ELA, DESCOBRIMOS E PEGAMOS DE VOLTA, UMA TESTEMUNHA DISSE QUE ESCUTOU OS GRITOS E ELE SAIU LOGO DEPOIS COM A ROUPA CHEIA DE SANGUE E QUANDO FOI INDAGADO SOBRE O QUE ESTAVA FAZENDO ELE RESPONDEU QUE ESTAVA NAMORANDO! NISSO A CADELA SAIU CORRENDO E GRITANDO LÁ DE DENTRO! INFELIZMENTE ELA MORREU NA CASA DE UMA VOLUNTÁRIA ALGUMAS HORAS DEPOIS, AGONIZOU HORAS E SE FOI!!! NOSSA CIDADE ESTÁ REVOLTADA COM A SITUAÇÃO, POIS ELE É IDOSO E ESQUIZOFRÊNICO, PARECE QUE NINGUÉM PODE PRENDÊ-LO E NEM INTERNÁ-LO APESAR DE O BOLETIM DE OCORRÊNCIA TER SIDO FEITO! PRECISAMOS DE JUSTIÇA! ESTE HOMEM NÃO PODE FICAR NO MEIO DA SOCIEDADE! ELE MORA PERTO DE UMA ESCOLA DE CRIANÇAS PEQUENAS, SERÁ QUE VAI TER QUE ACONTECER COM UMA CRIANÇA PARA QUE ELE SEJA PUNIDO MEU DEUS? TENHO OUTRAS FOTOS, MAS NÃO CONSIGO POSTAR! POR FAVOR ME AJUDEM, COMPARTILHEM! VAMOS FAZER O CASO IR PARAR NA MÍDIA! 
LUTO PELA DIANA!

Relato da ONG Amor'Animal:
NÃO VAMOS NOS ESQUECER DA DIANA! PRECISAMOS MANDAR ELE PARA A CADEIA!
Aqui contamos o final da história de Diana, que infelizmente não teve um final digno. Diana era abusada pelo seu dono e foi resgatada pela Ong com a ajuda da Polícia do Meio Ambiente, no dia 13 de março. Foi castrada e teve a primeira seção de quimioterapia. Ela teria mais algumas seções e depois faria a reconstituição do órgão genital. Como vocês sabem, o muro do canil foi quebrado e os animais soltos, e Diana estava entre eles. Na segunda feira à tarde ela foi novamente resgatada na casa do dono(monstro) e levada para a casa de uma voluntária da ONG, pois temíamos que fosse novamente solta. Ela estava muito assustada, sentindo dores, quando tentávamos por a mão nela, ela sentava em tentativa de defender o órgão genital, achando que seria abusada novamente. Nessa noite Diana chorou muito de tanta dor que estava sentindo. Ela estava cheia de pontos ainda, em recuperação da cirurgia. Mas como foi novamente abusada pelo dono, ela ficou toda estourada por dentro. Diana faleceu esta madrugada, após chorar muito e rolar pelo chão de tanta dor. 
Infelizmente ela não teve uma vida digna e nem uma morte digna, seu órgão genital e barriga estavam todos roxos. Não tiramos fotos desses locais pois as imagens são muito pesadas e revoltantes, mas temos algumas que podemos postar. Fica aqui nossa indignação e tristeza...
Diana, a ONg Amor'Animal continua de LUTO por você!!!!!

Az.
V.S. 
"

Ele mora próximo a uma Escola Infantil e nada pode ser feito?
Mas... E se fosse com uma Criança?


Boi é perseguido nas ruas de Pantanal e é sacrificado - Florianópolis

Crime26/03/2013 | 06h48

Onze pessoas são detidas por participar de farra do boi no Bairro Pantanal, em Florianópolis

Devido aos ferimentos, o animal foi sacrificado no local e recolhido pela Cidasc

Onze pessoas são detidas por participar de farra do boi no Bairro Pantanal, em Florianópolis 4° BPM Florianópolis/Divulgação
Foto: 4° BPM Florianópolis / DivulgaçãoJuliano Zanotellijuliano.zanotelli@rbsonline.com.br
Onze pessoas, oito homens, duas mulheres e um adolescente, foram detidas por participar de farra do boi na Rua Deputado Antônio Edu Vieira, no Bairro Pantanal, em Florianópolis. Eles foram encaminhados pela Polícia Militar (PM) para a 1ª Delegacia de Polícia da Capital onde foi lavrado Termo Circunstanciado. Após foram liberados. A ocorrência foi por volta da meia-noite da segunda-feira, dia 25. 

Segundo o Tenente Coronel da PM, Carlos Alberto Araújo Gomes, o boi foi solto na rua e perseguido por dezenas de pessoas, que mesmo com a chegada dos policiais não pararam de arremessar pedras e madeiras contra o animal. 

 

Foto: 4ºBPM Florianópolis/Divulgação

Acuado, o animal chegou a invadir residências e instalações da Eletrosul e da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Após ser puxado por um dos farristas, o boi caiu e voltou a ser maltratado pelos farristas. Machucado e devido aos ferimentos, o animal foi sacrificado no local e recolhido por técnicos da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc). 

No domingo, dia 24, quatro pessoas foram detidas por participar de farra do boi no Bairro Ingleses, em Florianópolis.


DIÁRIO CATARINENSE: http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/geral/noticia/2013/03/onze-pessoas-sao-detidas-por-participar-de-farra-do-boi-no-bairro-pantanal-em-florianopolis-4086368.html


Comentarista do SBT, Luiz Carlos Prastes dá um 'show' ao falar sobre o caso do Boi vítima de Farra, merecendo aplausos com as mãos e com os pés, de tão esclarecedor ao comentar sobre atitudes humanas (desumanas)

quarta-feira, 20 de março de 2013

Socorro para Animais Vítimas das Enchentes

Protetores, Internautas e simpatizantes da Causa pedem união para trabalho de resgate de Animais
"
AJUDEM....COMPARTILHEM, OS ANIMAIS ESTÃO PRECISANDO DE TODOS NÓS!!!!!!!!
Pessoal, ontem publicamos um pedido de ajuda dos animais que foram vítimas das enchentes de Petrópolis, e tivemos que retirar a postagem que estava com mais de 8 mil compartilhamentos porque a veterinária responsável pelo pedido usou uma foto ilustrativa e fomos ATACADOS por conta disso, e o que mais nos deixou indignados é que os ataques partiram de outras páginas que se dizem "defensores de animais".

A veterinária que está tomando a frente desse caso, está deixando o trabalho dela , os compromissos dela para ajudar esses animais, colocou a sua clínica à disposição para as arrecadações.
NÃO HOUVE PEDIDO E ELA NÃO ACEITA DINHEIRO, o que foi e está sendo pedido são medicamentos, rações, e cobertores.

NUNCA, DESDE QUE ESSA PÁGINA FOI ABERTA, atacamos ou nos dirigimos à outras páginas de animais de forma desrespeitosa, ou levantamos  dúvidas quanto  à forma com que ajudam os animais que em suas páginas buscam ajuda.

Acreditamos que a causa animal deve sempre SOMAR  e não DIVIDIR ,até porque todos vocês sabem o quanto os animais tem passado, o quanto eles são vítimas ,e não tem o menor cabimento uma DISPUTA entre páginas com o mesmo ideal.

Passamos a noite em reunião para tentar entender porque esse tipo de AGRESSÃO tem se tornado mais frequente, tivemos até a pouco tempo atrás uma mensagem da dona de uma página que dizia que algumas páginas estavam se unindo e formando UM CARTEL  para derrubar a nossa, simplesmente porque não compartilhamos nada de outros lugares.LAMENTÁVEL !!!

No momento em que os animais mais precisam de ajuda, ao invés de focarem no problema, ficam preocupados em ficar criticando páginas alheias.
Desculpem pelo desabafo, mas ficamos chateados, e como recebemos muitas mensagens perguntando sobre a postagem, resolvemos abrir o coração .

Já pedimos à nossa moderadora do Rio de Janeiro, que consiga as nossas fotos, uma vez que uma dessa páginas disse quem quiser foto, que saia na chuva como ela fez, então vamos tentar ver o que conseguimos.

Colocamos abaixo, alguns links de matérias sobre a situação caótica que está passando a região serrana do RJ, para que todos vejam que as pessoas que estão vivendo essa tragédia, estão sem casa, comida, água, e muito menos máquina fotográfica para tirar fotos dos animais que já morreram ou estão precisando de ajuda.
 Obrigada à todos,e desculpem-nos novamente pelo transtorno. Não esqueçam que já morreram 27 pessoas, 1.400 estão desalojadas, imaginem então os ANIMAIS.

MATÉRIA DO  UOL ( a foto postada é deles):

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2013/03/20/regiao-serrana-recebe-menos-verba-federal-do-que-o-rio.htm

MATÉRIA SOBRE DUQUE DE CAXIAS:

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2013/03/20/regiao-serrana-recebe-menos-verba-federal-do-que-o-rio.htm

FOTOS DA PÁGINA PETRÓPOLIS ON:

https://www.facebook.com/PetropolisOnline24Horas/photos_stream
 
VIDEO DA ENCHENTE:

http://terratv.terra.com.br/videos/Noticias/Especiais/Chuva-no-Rio-de-Janeiro/4828-341266/Video-mostra-correnteza-assustadora-em-PetropolisRJ.htm

V.
Pessoal, ontem publicamos um pedido de ajuda dos animais que foram vítimas das enchentes de Petrópolis, e tivemos que retirar a postagem que estava com mais de8 mil compartilhamentos porque a veterinária responsável pelo pedido usou uma foto ilustrativa e fomos ATACADOS por conta disso, e o que mais nos deixou indignados é que os ataques partiram de outras páginas que se dizem "defensores de animais".

A veterinária que está tomando a frente desse caso, está deixando o trabalho dela , os compromissos dela para ajudar esses animais, colocou a sua clínica à disposição para as arrecadações.
NÃO HOUVE PEDIDO E ELA NÃO ACEITA DINHEIRO, o que foi e está sendo pedido são medicamentos, rações, e cobertores.

NUNCA, DESDE QUE ESSA PÁGINA FOI ABERTA, atacamos ou nos dirigimos à outras páginas de animais de forma desrespeitosa, ou levantamos dúvidas quanto à forma com que ajudam os animais que em suas páginas buscam ajuda.

Acreditamos que a causa animal deve sempre SOMAR e não DIVIDIR ,até porque todos vocês sabem o quanto os animais tem passado, o quanto eles são vítimas ,e não tem o menor cabimento uma DISPUTA entre páginas com o mesmo ideal.

Passamos a noite em reunião para tentar entender porque esse tipo de AGRESSÃO tem se tornado mais frequente, tivemos até a pouco tempo atrás uma mensagem da dona de uma página que dizia que algumas páginas estavam se unindo e formando UM CARTEL para derrubar a nossa, simplesmente porque não compartilhamos nada de outros lugares.LAMENTÁVEL !!!

No momento em que os animais mais precisam de ajuda, ao invés de focarem no problema, ficam preocupados em ficar criticando páginas alheias.
Desculpem pelo desabafo, mas ficamos chateados, e como recebemos muitas mensagens perguntando sobre a postagem, resolvemos abrir o coração .

Já pedimos à nossa moderadora do Rio de Janeiro, que consiga as nossas fotos, uma vez que uma dessa páginas disse quem quiser foto, que saia na chuva como ela fez, então vamos tentar ver o que conseguimos.

Colocamos abaixo, alguns links de matérias sobre a situação caótica que está passando a região serrana do RJ, para que todos vejam que as pessoas que estão vivendo essa tragédia, estão sem casa, comida, água, e muito menos máquina fotográfica para tirar fotos dos animais que já morreram ou estão precisando de ajuda.
Obrigada à todos,e desculpem-nos novamente pelo transtorno. Não esqueçam que já morreram 27 pessoas, 1.400 estão desalojadas, imaginem então os ANIMAIS.

MATÉRIA DO UOL ( a foto postada é deles):


MATÉRIA SOBRE DUQUE DE CAXIAS:


FOTOS DA PÁGINA PETRÓPOLIS ON:


VIDEO DA ENCHENTE:


"

Carolina Dieckmann exibe sorridente seu Colete Fashion de Pele Animal no SPFW

Para quem fazia questão de não usar nenhuma peça de roupa para 'aparecer', Carolina Dieckmann fez questão de exibir seu Colete Fashion de Pele Animal no SPFW

Sobre o evento e sua ligação com o mundo fashion, ela confessou ter passado por uma época em que vestia roupas que hoje lhe causam arrependimento. "Quando tinha uns 15 anos, usava calça semi-bag. Então, você vê que a minha noção de moda naquela época era nenhuma. Não ficava pensando no que era fashion e no que não era, mas quando olho as fotos, bate um arrependimento", comentou.  

Carolina Dieckmann (Foto: Deco Rodrigues / Revista QUEM)

A Atriz compareceu a São Paulo Fashion Week para o primeiro dia de desfiles da coleção verão 2013/2014. Vestindo um colete de pele, a atriz chegou no Prédio da Bienal, no Parque do Ibirapuera, sorridente e acenou para os fotógrafos. 

Carolina Dieckmann (Foto: Deco Rodrigues / Revista QUEM)

Será que ela além de saber tudo sobre o mundo fashion, também sabe que o mundo da Tortura Animal não é nada fashion e isso também não lhe causa arrependimento?


http://revistaquem.globo.com/QUEM-News/noticia/2013/03/vestindo-um-colete-de-pele-carolina-dieckmann-comparece-ao-spfw.html

terça-feira, 19 de março de 2013

A favor da Inovação - Tração Animal é coisa do Passado

Carroças, Carroceiros e animais de Tração: um problema social ou de Educação Ambiental?



Considerando a quantidade de animais envolvidos e o grande número de pessoas que se utilizam dessa atividade, essa prática se impõe como importante questão de bem-estar, animal e humano.



A foto da carrocinha/bicicleta foi postada pelo professor do Colégio Rubem Alves - Alexandre de Miranda, no mural do prefeito Paulo Piau, no Facebook, sugerindo sua utilização em Uberaba. Ideia original é de um site voltado para a defesa dos animais (Vegetariano) e objetiva justamente acabar com as carroças puxadas por cavalos.


É notório como, nos dias atuais, ainda verificarmos na periferia de várias cidades do país, principalmente no nordeste, a presença de equídeos (equinos, asininos e muares) tracionando carroças. É um cenário muito comum, e, por mais paradoxal que seja, nos tempos modernos, ainda hoje, as carroças constituem o meio de transporte mais barato para as necessidades do dia-a-dia, desde o carreto de móveis a entulho, areia, tijolos, lixo etc., assegurando a subsistência de muitos trabalhadores do setor informal.

Cavalo agonizando


Quando inutilizáveis pelos Carroceiros, os Cavalos são abandonados

O grupo dos equídeos contempla os cavalos, os asininos (jumentos) e os muares. Estes são híbridos, cruzamento de jumento com égua, originando a mula ou burro ou, ainda, mais raramente, cruzamentos de garanhão (cavalo) com jumenta, originando o bardoto, animal de menor porte e imperfeições na cabeça, provavelmente por falta de espaço no útero materno. Os equídeos são animais sociáveis e de vida livre. 



Os termos “cavalos” e “equinos” serão muitas vezes utilizados neste artigo de forma genérica para todos os equídeos, em concordância com este grupo que contempla os cavalos, os asininos ou jumentos e os muares. 

Considerando a quantidade de animais envolvidos e o grande número de pessoas que se utilizam dessa atividade, sendo às vezes a principal ou até a única fonte de renda de um grupo familiar, ou o meio de transporte fundamental de uma localidade, essa prática se impõe como importante questão de bem-estar, animal e humano.


Notório Cavalo sem forças

Os equídeos são usados para tração de carroças, principalmente na área urbana e costumam enfrentar desde cedo muitas situações estressantes e ameaçadoras como a colocação de arreios e peias, a subnutrição, a confusão do trânsito e o barulho e movimento nas ruas, o excesso de carga e o horário prolongado de trabalho, o descanso insuficiente, o manejo inadequado. Tudo isso gera graves problemas de bem-estar para esses animais.




Sabemos no entanto que, em sua grande maioria, esses animais são mantidos e utilizados pela população de menor poder aquisitivo e, comumente, de baixo grau de escolaridade. Submetidos muitas das vezes, a arreios e peias, ferrageamentos (ato de ferrar ou ferragear o animal) inadequados, esses animais provavelmente, considerando-se as exceções, são alvos de pressão e maus-tratos, levando horas sem comer, beber ou descansar, carregando peso superior ao recomendado. 



Concomitantemente, por falta de recursos de seus proprietários, também não recebem qualquer tipo de assistência veterinária, seja preventiva ou curativa, tal como vacinação, mineralização, desverminação (desvermifugação ou vermifugação – administração de vermífugo) e tratamento para determinadas doenças e ferimentos.


Como se não bastasse, os implementos que os prendem à carroça causam-lhes geralmente ferimentos e desconforto, além de ficarem expostos às intempéries, como sol forte ou chuva e frio. Afastados de suas condições naturais de vida, à noite, ficam presos em determinados ambientes ou amarrados em arbustos próximos às casas dos carroceiros (seus proprietários), ou quando não saem a perambular, procurando certamente por abrigo e ou comida. 




E como são vistos os carroceiros?

De um modo geral, aqueles que vivem exclusivamente dessa atividade, vivem à margem da sociedade, em condições insalubres e desprezíveis, tendo um histórico de despreparo educacional e de meio ambiente.





Podemos observar vários indivíduos que são carroceiros já há algum tempo e que continuam vivendo na mesma situação de subemprego. Mas como mudar esse quadro, se não há nenhum tipo de apoio do poder público nem tampouco uma associação? E como é que fica a situação desse animal que é tutelado pelo Estado e tem direitos garantidos por lei? Será que o Poder Público tem pensado como resolver esse sério problema social?


Tração Animal é coisa do passado.

Nesse contexto, é imprescindível que se promova a melhoria das condições de vida dos carroceiros, dos seus familiares e desses animais de tração, garantindo-lhes o bem-estar. Claro que isso demanda um grande esforço conjunto das autoridades governamentais, dos legisladores, e da própria sociedade, para que se crie uma consciência de respeito em relação a esses animais e para que se garantam as condições mínimas necessárias para a sua manutenção e o controle da sua utilização.


Não há limites quando há ignorância

Com essa preocupação, atualmente, algumas prefeituras têm procurado desenvolver programas, buscando melhorar as condições de trabalho e vida dos carroceiros, bem como o bem estar dos animais, a exemplo da renovação das carroças já desgastadas, da sua padronização e a inserção das famílias nos programas assistenciais, o que comprova ser de suma importância a criação de uma associação, visando organizar a classe e oferecer condições para que os carroceiros desempenhem seu trabalho com dignidade.




Por outro lado, sabe-se que os equinos eventualmente tornam-se portadores de doenças transmissíveis aos homens (zoonoses), dentre as principais, estão a raiva, a leptospirose, a brucelose, a tuberculose, a febre maculosa e a doença de Lyme ou borreliose, estas duas ultimas transmitidas pelo carrapato do cavalo; inclusive o convívio com esses animais é muito grande, envolvendo crianças, outros animais domésticos, pessoas que coletam lixo, enfim, constituindo-se numa problemática para a Saúde Pública, principalmente quando não tomadas as devidas medidas profiláticas. 

Dessa forma, torna-se fundamental o esclarecimento e a educação sanitária dessas famílias quanto ao correto manejo dos equinos e demais animais por eles mantidos, bem como a promoção de melhores condições de trabalho para essas pessoas, visando à promoção da Saúde Coletiva.

A Constituição do Brasil, no capítulo sobre Meio Ambiente - artigo 225 - veda práticas que submetam os animais à crueldade. A chamada Lei dos Crimes Ambientais (Lei Federal n° 9.605), sancionada em 1998, através de seu artigo 32, transformou o ato de praticar abusos, maus-tratos, ferir ou mutilar animais de quaisquer espécies em crime, com pena de detenção de três meses a um ano e multa, ressaltando que a pena é aumentada de um sexto a um terço se ocorrer morte do animal. Algumas cidades brasileiras já possuem leis disciplinando especificamente a questão dos animais de tração.



Diante dos fatos, por que então não criar um programa onde se possa cuidar dos animais e também dos carroceiros e de suas famílias? Vejamos algumas medidas consideradas relevantes e primordiais:

• fomentar a criação de uma Associação dos carroceiros de para a constituição de uma categoria identificada e reconhecida na sociedade;
• planejar as atividades com tração animal e substituição por carroças de estrutura leve para tração humana, estabelecendo regras, procedimentos, condições e exigências para o desempenho do ofício;
• cadastrar as carroças definindo o padrão e a adequação para o transporte, de materiais e objetos diversos, lixo de coleta seletiva, destinado a reciclagens, entulhos, resíduos da construção civil, etc.;
• proporcionar atendimento e vacinação dos animais no trabalho, controle de doenças, aquisição de medicamentos e produtos veterinários a baixo custo ou quem sabe, a custo zero;
• proporcionar meios para o aluguel, arrendamento ou aquisição de espaço adequado para os animais, como área de pastagens e descanso, além de galpões.


E no fim das contas, balancear e concluir que tração humana renderá mais que tração animal, de forma que animais não se tornem vítimas da escravidão humana mas sim 'colegas' de trabalho, do qual os lucros serão divididos e comprovados nas formas da Lei.

- Por Oscar Vitorino Moreira Mendes, Méd. Vet. 10/103 e Ex-prof. da UESB - Membro do Núcleo de Veterinários de Jequié
- Adaptação e imagens: Silvia Gonzaga - ADM B.O.Animal
Fonte: http://www.gicult.com.br/colunas/57-carrocas-carroceiros-e-animais-de-tracao-um-problema-social-ou-de-educacao-ambiental.html


Cão é assassinado e enrolado em bandeira de Time - CE


CRIME CRUEL

Cachorro é assassinado e enrolado em bandeira de time de futebol, em Fortaleza (CE)

19 de março de 2013 às 9:00

Foto: Reprodução
Na esquina da Rua Barão de Sobral e Almirante Rubim, que fica no bairro Montese, em Fortaleza (CE), moradores foram surpreendidos por um ato de crueldade contra um cachorro. O animal foi assassinado e enrolaram em uma bandeira do time de futebol Fortaleza. Depois do assassinato, o cachorro foi colocado na base de um poste de iluminação pública, em frente a um muro de uma escola. Acredita-se que o ato tenha sido praticado por torcedores do time adversário Ceará, após o jogo.
A população ficou chocada com a crueldade praticada contra o animal. “Eles não respeitam ninguém, fazem toda a baderna, uma pessoa que faz isso não é um ser humano, é muita crueldade”, desabafou emocionado o morador Francisco Cícero.
Os moradores realizaram a denuncia e aguardam a retirada do corpo do animal da via pública. A polícia ainda não iniciou as investigações.

segunda-feira, 18 de março de 2013

Petição para derrubar Veto de Geraldo Alckimin - Lei da Rotulagem


Pela Derrubada do Veto do projeto de lei 479/09 Lei da Rotulagem


Manifesto o meu repúdio ao veto proferido ao projeto de lei 479/09, que tem como objetivo garantir informação completa sobre os produtos e seus componentes, bem como seus métodos de produção. Desta forma, o projeto de lei garante transparência ao consumidor, atendendo aos princípios da informação e da dignidade da pessoa humana, previsto na Constituição da República, bem como o direito à informação, assegurado pelo Código de Defesa do Consumidor.
O seu veto negou à sociedade o direito de escolher os seus produtos com clareza e de acordo com seus princípios éticos, que é o caso dos defensores dos animais, veganos e vegetarianos.
Eu, abaixo assinado, apoio veementemente que os deputados estaduais da Assembleia Legislativa de São Paulo votem pela derrubada deste veto, garantindo à sociedade o direito de escolher e comprar produtos que proporcionem informações corretas, claras, precisas e ostensivas sobre suas características, dentre elas a origem e o método de produção.


http://www.peticao24.com/pela_derrubada_do_veto_do_projeto_de_lei_47909_lei_da_rotulagem

Incêndio mata 43 Cães - Tragédia de madrugada em Boqueirão

Acumuladora não queria entregar seus Cães


Protetores Facebook pedem ajuda

há 13 horas 

Somente quando encontramos o amor, é que descobrimos o que nos faltava na vida.

"AMIGOS, ESTAMOS COM 11 CÃEZINHOS DA CASA DO ESQUELETO, TODOS SABEM QUE É UM GRANDE NÚMERO PARA O NOSSO PORTE, CONTAMOS MUITO COM A AJUDA DE TODOS VCS QUE ACOMPANHARAM ESSA TRAGEDIA DO INCENDIO NA CASA DA DONA MARIA NO BOQUEIRÃO. ESTÃO TODOS COM O DR. Nivo Auffinger. AJUDA POR FAVOR..... CEF ag 1524 conta poupança 37808-2 operação 13
"







"Esse é o Francisco peludão lindo e carente, graças a deus estava bem, quando retornou a casa ele olhava e chorava, uma tristeza em seus olhos, que jamais sera possível esquecer."



Elefante Marinho cruza Avenida Atlântica em Faixa de Pedestres -


Elefante-marinho atravessa Avenida Atlântica, em Balneário Camboriú

Animal cruzou uma faixa de pedestres na tarde deste sábado (16).
Guarda Municipal fechou a rua por 20 minutos, até ele voltar para água.

Géssica ValentiniDo G1 SC
Leão-marinho atravessou a faixa de pedestres em Balneário Camboriú (Foto: Guarda Municipal Balneário Camboriú/Divulgação)Elefante-marinho atravessou a faixa de pedestres em Balneário Camboriú (Foto: Taís Baruffi/Guarda Municipal)
Um animal marinho foi atração para turistas e moradores de Balneário Camboriú, na tarde deste sábado (16). De acordo com a Guarda Municipal, uma bióloga da Secretaria de Meio Ambiente o identificou como um elefante-marinho. Conforme a profissional, possivelmente ele saiu da água para descansar.
Animal foi atração na Avenida Atlântica (Foto: Guarda Municipal Balneário Camboriú/Divulgação)Animal foi atração na Avenida Atlântica
(Foto: Taís Baruffi/Guarda Municipal)
(Correção: neste sábado,16, reportagem publicada no G1 errou ao informar que oanimal que atravessou uma avenida em Balneário Camboriú (SC) é um leão-marinho.Segundo Gustavo Henrique Pereira Dutra, médico-veterinário do Aquário de Santos (SP), trata-se de um elefante-marinho.)
Ainda segundo a Guarda Municipal, o elefante-marinho saiu do mar por volta das 17h20 e atravessou a faixa de pedestres da Avenida Atlântica, a mais movimentada na cidade. Por isso e para evitar que as pessoas mexessem com ele, foi necessário fechar a rua por cerca de 20 minutos.
Aos poucos, enquanto algumas pessoas jogavam água, o animal voltou ao mar e entrou na água novamente. Conforme a biológa, ele tinha entre 2 e 3 metros e pesava cerca de 500 kg.
VC no G1
O internauta Lucas Andries Negrão Duarte, de 30 anos, estava na Praia Central, em Balneário Camboriú, quando o elefante-marinho saiu do mar. Ele é de Sorocaba e passa uma temporada na cidade catarinense. Com o celular, Lucas registrou o momento em que o animal atravessou a Avenida Atlântica até quando voltou para o oceano. Para o internauta, foi um fato inusitado e muitos curiosos se aglomeraram para conferir o fato. "Através da ajuda de voluntários, jogando baldes com água, o animal conseguiu retomar o caminho do mar", disse ele. 



Mais imagens: http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/fotos/2013/03/leao-marinho-foi-atracao-em-balneario-camboriu.html#F746919