...

B. O. ANIMAL

Página de Registros de Denúncias, Notícias e Informações da Causa Animal.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Cadela baleada morre - Ribeirão Preto


Cadela baleada por fazendeiro em área rural morre em Ribeirão Preto

Cachorra foi operada e não resistiu as infecções causadas pelo ferimento.
Empresário foi solto e responderá por maus-tratos e posse ilegal de arma.


Leandro MataDo G1 Ribeirão e Franca
Cachorra é atendida após ser baleada por fazendeiro em Cajuru (Foto: Divulgação/Polícia Ambiental)Cachorra é atendida após ser baleada por fazendeiro em Cajuru (Foto: Divulgação/Polícia Ambiental)
A cadela baleada por um fazendeiro na manhã de sábado (26) em Cajuru (SP) morreu na noite deste domingo (27) após seu quadro se agravar em decorrência de inflamações provocadas pelo ferimento. O empresário de 67 anos que atirou na cachorra afirmou que ela teria comido galinhas na propriedade dele, versão desmentida pela polícia.
Após ser atingido pelo disparo, o animal teve que ser transferido para um hospital veterinário em Ribeirão Preto (SP). Ele passou por uma cirurgia, recebeu transfusão de sangue e teve a pata traseira amputada. Segundo Renan Médico da Silva, um dos veterinários que atendeu a cadela, ela perdeu muito sangue, o que provocou falta de oxigenação.
“Ela teve uma alteração respiratória, foi colocada no oxigênio, mas não resistiu. É consequência de todo o quadro que aconteceu com ela, ela perdeu muito sangue, chegou aqui com a pressão muito baixa no sábado”, explicou Silva.
O médico veterinário afirmou que a demora de cerca de 1 hora a 2 horas do percurso para transportar o animal de Cajuru a Ribeirão Preto – trajeto de 65 quilômetros – também atrapalhou a recuperação da cadela. “O período que ela ficou sem o atendimento do momento que ela foi baleada até chegar aqui [no hospital em Ribeirão], nós não conseguimos reverter” disse Silva.
Policiais fotografaram resgate de cadela baleada em Cajuru, SP (Foto: Marina Sola/G1)Policiais fotografaram resgate de cadela baleada
em Cajuru, SP (Foto: Marina Sola/G1)
O caso
A cachorra foi baleada na manhã de sábado na área rural de Cajuru. Policiais ambientais faziam uma ronda na região quando ouviram um disparo seguido do uivo de um animal. Ao chegarem à propriedade, encontraram a cadela ferida e o fazendeiro sentado ao lado da espingarda.
Segundo a polícia, o suspeito do crime disse que atirou porque o animal já teria comido mais de 70 galinhas na propriedade dele. O soldado da Polícia Ambiental Alcides de Paula Toledo afirmou que o homem confessou o crime alegando que o cão aparecia constantemente na fazenda para comer galinhas e era muito agressivo, versão que foi desmentida pelo policial. “Mesmo ferida, consegui segurar a cadela no colo e ela nem se mexia. Se fosse brava, não poderia chegar perto", disse.
O cabo Geraldo Estevão Machado Junior, que também estava no local, afirmou que realizou buscas na fazenda, mas não encontrou galinhas mortas, apenas a carcaça de uma vaca. "Já estava em decomposição. Havia sido morta há vários dias”, afirmou.
O empresário foi preso em flagrante, mas durante o depoimento na delegacia sentiu-se mal e foi levado para um hospital da cidade. Ele ficou sob escolta policial, mas foi liberado na tarde de domingo após seu advogado obter uma autorização de soltura. O fazendeiro responderá por maus-tratos contra animais e porte ilegal de armas.
Espingarda apreendida com fazendeiro em Cajuru estava com numeração raspada (Foto: Marina Sola/G1)Espingarda apreendida com fazendeiro em Cajuru estava com numeração raspada (Foto: Marina Sola/G1)
http://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/2013/01/cadela-baleada-por-fazendeiro-ao-comer-galinhas-morre-em-ribeirao.html

domingo, 27 de janeiro de 2013

Denúncia - Animais encontrados mortos no Rosário, em Mariana/MG

Denúncia!
Cães e Gatos envenenados no bairro Rosário - Mariana/MG

Enviada por Moradora do Bairro


Mulher relatou ao B.O.Animal que passeava com seu cão quando foi abordada e avisada sobre o envenenamento de Animais no Bairro Rosário. O fato ocorreu entre a Rua Perimetral Sucupira com a Rua Cerejeira. Alguns moradores comentavam sobre a morte de muitos Cães e Gatos nas proximidades, haviam acabado de encontrar uma Cadela morta, ela estava prenhe.

O Abandono de Animais pela Posse Irresponsável é a Causa para a Tortura e Matança em massa em Bairros e regiões de cidades que não oferecem suporte à Causa Animal. São vistas como prática comum, mas ambos são Crime. Denuncie!


SAIBA COMO DENUNCIAR MAUS TRATOS E ABANDONO!



http://www.boanimal.blogspot.com.br/p/saiba-como-denunciar-maus-tratos-e.html



Delegacia de Meios Eletrônicos de São Paulo
dig4@policia-civ.sp.gov.br / (11) 6221-7011 / R 208 e 209
Avenida Zaki Narchi, 152 - Carandiru/São Paulo/SP


Lembrando que é Crime: Sites, comunidades e perfis que incitem ou façam apologia aos maus tratos com animais é crime:
- Incitação a Crime - Art. 286 do Código Penal
- Apologia de Crime ou de Criminoso - Art. 287 do Código Penal



- IBAMA - Linha Verde: 0800 61 80 80
Disque Meio Ambiente: 0800 11 35 60
- Corpo de Bombeiro: 193
- Polícia Militar: 190
- Ministério da Justiçawww.mj.gov.br
 
 São Paulo
Disque-Denúncia
  181 (ligação gratuita disponível para moradores da Grande São Paulo)

- Ministério Público - SP
   (11) 3119-9015 / 9016 / R. Riachuelo, 115 - Centro - SP

- Promotoria de Justiça do Meio Ambiente
   (11) 3119-9102 / 9103 / 9800

- Corregedoria da Polícia Civil
   (11) 3258-4711 / 3231-5536 / 3231-1775   /  R. da Consolação, 2.333 - Centro - SP

- Corregedoria da Polícia Militar: 0800 770 6190
 
- Secretaria de Segurança Públicawww.ssp.sp.gov.br

- Polícia Militar Ambientalwww.polmil.sp.gov.br
 
PMSP - Comando de Policiamento Ambiental - Efetivo: 2244
  (11) 5082-
3330 / 5008-2396 / 2397-2374
 
Delegacia do Meio Ambiente: (11) 3214-6553

Ouvidoria da Polícia: 0800-177070 / www.ouvidoria-policia.sp.gov.br

- Prefeitura de São Paulohttp://sac.prodam.sp.gov.br
 
Superintendência do Ibama: (11) 3066-2633 / (11) 3066-2675

- Ouvidoria Geral do Ibama:
   (11) 3066-2638 / 3066-2638 / (11) 3066-2635 / lverde.sp@ibama.gov.br

 
Distrito Federal
- ProAnima: (61) 3032-3583
- Delegacia do Meio Ambiente da Polícia Civil: (61) 3234-5481
- Gerência de Apreensão de Animais: (61) 3301-4952
- Ministério Público: (61) 3343-9416


Rio de Janeiro
- Ministério Público: (21) 2261-9954



Denúncia Presente: http://boanimal.blogspot.com.br/p/saiba-como-denunciar-maus-tratos-e.html

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Gatinha atacada por Bêbado tem 6 filhotes - Manaus


Gata mordida por Bêbado está em tratamento e tem Filhotes


Assista o vídeo após resgate: https://www.facebook.com/photo.php?v=417763841632788&set=vb.352960848113088&type=2&theater

Gata foi atacada no último sábado (19), em uma feira de frutas em Iranduba, no Amazonas

O Pedreiro de 42 anos foi indiciado, prestou depoimento, foi preso e liberado hoje (22). O delegado Elcy Barroso informou que já concluiu o inquérito e o encaminhou à Justiça.




http://noticias.r7.com/cidades/gata-sobrevive-a-ataque-a-mordidas-e-suspeito-e-indiciado-por-maus-tratosnbspem-iranduba-am-22012013

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Homem é filmado mordendo Gato - Manaus

Homem morde e chupa pescoço de Gata
 Animal sobreviveu e está para Adoção

Acesso ao vídeo (cenas fortes): http://www.portaldoholanda.com/noticia/video-impreesionante-bebado-chupa-sangue-da-cabeca-de-gato-em-iranduba

A fêmea que foi atacada por um homem em uma feira na cidade de Iranduba será levada para um lar provisório, mas precisa que alguém a adote, assim como seus filhotes.

A gata ficará sob custódia de ativistas contra maus tratos de animais até encontrar um lar definitivo
A gata está sob custódia de ativistas contra maus tratos de animais até encontrar um lar definitivo.

Após ser resgatada por duas defensoras de direitos dos animais, a gata que foi atacada e teve a jugular mordida por um homem no município de Iranduba  - a 25 quilômetros de Manaus - ainda está com o destino incerto. Junto com a gata, foram resgatados também seus seis filhotes. As defensoras Joana D´Arc Cordeiro e Erika Schloemp afirmam que será preciso agora encontrar um lar provisório para a gata e os filhotes.
Ainda nesta segunda-feira (21) os animais foram levados para receber atendimento médico na Clínica Veterinária de Manaus. No entanto, o próximo passo será encontrar alguém que aceita ficar com os bichanos, pois tanto Joana quanto Eriká já possuem vários animais resgatados na sua casa.
Tratamento veterinário
Outra luta será conseguir recursos para custear o tratamento, por isso ambas deverão iniciar uma campanha na internet junto a outros defensores e amantes de animais. Após a recuperação da gata e de seus seis filhotes, os animais serão colocados para adoção.
De acordo com Erika, a gata atacada pelo pedreiro Mauro Neves Rodrigues de Souza, 42, tem um ferimento no pescoço. Aparentemente o local está inflamado. Os filhotes dela foram resgatados em uma barraca da feira de Iranduba. Eles estão com secreção nos olhos por isso precisarão também ser examinados pelo veterinário.
Pena branda ao agressor
Para Erika Schloemp, a repercussão do caso na mídia impressa e na internet ajudou reforçar a denúncia de maus tratos, mas ela lamenta que a justiça ainda não seja enérgica na punição.
“Acho que vão dar apenas uma pena alternativa. A gente gostaria que o agressor fizesse pelo menos serviço comunitário, como limpar o Centro de Controle de Zoonose, em Manaus. O importante é que a história teve repercussão e as pessoas viram que vale a pena denunciar e fazer boletim de ocorrência”, disse Erika.
Mauro prestou depoimento no 31º Distrito Integrado de Polícia (DIP) de Iranduba. Ele disse que estava bêbado quando atacou e feriu a gata. Mauro foi autuado por crime de maus tratos a animais.




Revoltados, até Celebridades denunciam Brother Dhomini - BBB13

Revoltados, até Celebridades Repudiam a personalidade de Dhomini no Reality Show da Globo


No Twitter, a hashtag #ForaDhomini, reuniu a revolta de todo o Brasil contra seu comportamento em comentários pesados durante seu confinamento na Casa.

Dentre Internautas que compartilham imagens de Dhomini sem os dentes nas Redes Sociais, como protesto aos comentários que o Brother fez sobre torturar seu cão, destacam-se Celebridades como a modelo Yasmin Brunet - "Como pode uma pessoa arrancar os dentes da boca de um cachorro e sair impune? A onde está o orgão de defesa dos animais para fazer Justiça?"A Atriz Giovanna Lancellotti - "Que absurdo!" e João Vicente Castro - "Expulsaram o cara que pegou a menina na edição passada. Boninho, sacrifica esse bosta do Dhomini em rede nacional", ex-marido de Cleo Pires.

Segundo o próprio Brother, teria arrancado os dentes de seu cão com machado após receber  mordidas. Sua esposa desmente o assunto como infeliz comentário do marido brincalhão querendo apenas "causar" na Casa BBB13.

Mas, quem é mesmo o Animal nesta História?

O inquérito foi aberto na tarde de sexta (18), após pedido da promotora de Justiça Christiane Monnerat, do Ministério Público do Estado do Rio, que atua na área de proteção e defesa dos animais. 

A polêmica ficou ainda pior após Dhomini soltar outra bomba recentemente. O mesmo contou aos participantes da Casa ter transado com sua mulher na frente dos filhos pequenos.

O Brother está no Paredão desta terça-feira (22) e enfrenta Anamara.


Dêmoni, assim chamado nas Redes Sociais, passou de favorito do BBB13 a Inimigo público nº1 de Fãs do Programa da Globo, Protetores e Simpatizantes da Causa Animal, além de Famílias horrorizadas com seu assunto sexual envolvendo os filhos.



Fonte: http://entretenimento.br.msn.com/purepeople/famosos-sobre-caso-dhomini-bbb13-n%C3%A3o-pode-ficar-impune-diz-yasmin-brunet


sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

De volta ao BBB Dhomini confessa mais uma Crueldade contra Animais


CRUELDADE


Participante do Big Brother Brasil diz que arrancou dentes de cachorro com machado


Foto: Reprodução
O participante do “BBB13″, Dhomini, deu uma declaração que revoltou internautas nesta sexta-feira (18). O participante afirmou que teria arrancado todos os dentes de um cachorro com um machado porque o animal o teria mordido três vezes. Nas redes sociais, internautas manifestaram indignação e pedem para que ele seja acionado pela Justiça.
A frase foi proferida na cozinha para Natália, André e Yuri. “Na terceira vez que ele me mordeu eu não aguentei e tirei os dentes da boca dele”. Dhomini explicou que segurou a corrente do animal, pegou um machado e extraiu os dentes dele. “Aí ficou meu amigo, o banguela. Ele ria para mim só com uns caquinhos do dente.”. Segundo o goiano, o cachorro ainda viveu mais “uns cinco anos”.
Nenhum dos participantes que ouviram a história riram. Yuri comentou: “Cachorro ruim não morre, não”. Logo em seguida, saiu da cozinha.
Não se sabe se a história é verdadeira, mas o participante a relatou em um tom sério. Dhomini já fez outras declarações polêmicas no programa, como quando disse que a sua primeira vez havia sido com uma égua.
Legislação
Maltratar animais é crime no Brasil. A regulamentação da questão se encontra na Lei Federal 9.605/98. O artigo 32 afirma que é crime “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.”
Assista ao vídeo: http://natelinha.uol.com.br/bbb13/2013/01/18/bbb13-dhomini-conta-que-arrancou-todos-os-dentes-de-um-cachorro-124717.php
Com informações de Boa Informação
Nota da Redação: A ANDA repudia com veemência a atitude vil, covarde e criminosa do participante do BBB 13, Dhomini Ferreira. Uma pessoa desprovida de compaixão e de respeito à vida não deveria jamais ter espaço em uma rede de TV nacional ou em qualquer outro veículo de comunicação. A violência e maus-tratos não são exemplo a serem disseminados por ninguém, nem muito menos por um meio de comunicação com tamanha abrangência como a Rede Globo. É lastimável que programas inconscientes que propagam ações como essa estejam sendo exibidos. Manter a participação de Dhomini é, de alguma forma, ser conivente com essa atitude criminosa. A Rede Globo precisa seguir os princípios que divulga.

Procurados - Homens exibem Gato esquartejado em Foto

Denúncia

Monstros se divertem esquartejando Gato - Foto


As imagens circulam pelas principais Redes Sociais, mais um caso cruel de monstros violentando Animais. São monstros que não preocupam com Leis e muito menos com Vidas. Fizeram questão de se exibirem para a câmera.

Se você os conhecem ou tem informações sobre o caso não deixe de denunciar!


Delegacia de Meios Eletrônicos de São Paulo
dig4@policia-civ.sp.gov.br / (11) 6221-7011 / R 208 e 209
Avenida Zaki Narchi, 152 - Carandiru/São Paulo/SP


Lembrando que é Crime: Sites, comunidades e perfis que incitem ou façam apologia aos maus tratos com animais é crime:
- Incitação a Crime - Art. 286 do Código Penal
- Apologia de Crime ou de Criminoso - Art. 287 do Código Penal



- IBAMA - Linha Verde: 0800 61 80 80
Disque Meio Ambiente: 0800 11 35 60
- Corpo de Bombeiro: 193
- Polícia Militar: 190
- Ministério da Justiçawww.mj.gov.br
 
 São Paulo
Disque-Denúncia
  181 (ligação gratuita disponível para moradores da Grande São Paulo)

- Ministério Público - SP
   (11) 3119-9015 / 9016 / R. Riachuelo, 115 - Centro - SP

- Promotoria de Justiça do Meio Ambiente
   (11) 3119-9102 / 9103 / 9800

- Corregedoria da Polícia Civil
   (11) 3258-4711 / 3231-5536 / 3231-1775   /  R. da Consolação, 2.333 - Centro - SP

- Corregedoria da Polícia Militar: 0800 770 6190
 
- Secretaria de Segurança Públicawww.ssp.sp.gov.br

- Polícia Militar Ambientalwww.polmil.sp.gov.br
 
PMSP - Comando de Policiamento Ambiental - Efetivo: 2244
  (11) 5082-
3330 / 5008-2396 / 2397-2374
 
Delegacia do Meio Ambiente: (11) 3214-6553

Ouvidoria da Polícia: 0800-177070 / www.ouvidoria-policia.sp.gov.br

- Prefeitura de São Paulohttp://sac.prodam.sp.gov.br
 
Superintendência do Ibama: (11) 3066-2633 / (11) 3066-2675

- Ouvidoria Geral do Ibama:
   (11) 3066-2638 / 3066-2638 / (11) 3066-2635 / lverde.sp@ibama.gov.br

 
Distrito Federal
- ProAnima: (61) 3032-3583
- Delegacia do Meio Ambiente da Polícia Civil: (61) 3234-5481
- Gerência de Apreensão de Animais: (61) 3301-4952
- Ministério Público: (61) 3343-9416


Rio de Janeiro
- Ministério Público: (21) 2261-9954



Denúncia Presente: http://boanimal.blogspot.com.br/p/saiba-como-denunciar-maus-tratos-e.html




quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Idosa que agrediu Cães entra para a Lista de Revoltas - MG

BELO HORIZONTE/MG


Idosa flagrada agredindo cão descumpre combinado e não doa animal para ONG

Mulher disse que matará cachorros (Foto: Record Minas)
A idosa que foi flagrada dando enxadadas em um de seus oito cães não cumpriu o combinado com uma ONG e se negou a doar o animal. A mulher, de 73 anos, havia se comprometido a dar o cachorro, mas no domingo (6), quando representantes da organização estiveram na sua casa, em Betim, na região metropolitana de BH, ela disse que desistiu da doação. No imóvel, há uma cova pronta para o cão, que seria envenanado, segundo ela.
Vizinhos que filmaram as agressões aos animais continuam preocupados com a situação. Moradores chamaram uma equipe da zoonoses para saber se há perigo de doença, mas até o momento ninguém comparaceu ao local.
A mulher responderá por maus-tratos de animais após ter sido filmada batendo no cão. Policiais do meio ambiente estiveram na casa dela, que confirmou os crimes. A idosa disse que bate nos animais e pretende matá-los.
O vídeo denúncia foi enviado pela internauta Stenia Couto.

Fonte: R7

    Mistura retira cheiro desagradável


    Sugerido por: Doce Ternura

    PARA OS ANIMAIS (banho a seco):

    1 LITRO DE ÁGUA + 1/2 COPO VINAGRE DE ÁLCOOL + 1 COLHER SOPA BICARBONATO SÓDIO

    Coloque os ingredientes numa vasilha, molhe um pano macio, torça e passe no corpo todo, molhe torça e passe...

    O vinagre é antisséptico, tira cheiros e dá brilho ao pelo, e o bicarbonato tira cheiros.

    Se a barba e o bigode, por exemplo, estiverem fedidos, pode encharcar e depois é só secar bem.

    PARA O AMBIENTE:

    1 LITRO DE ÁGUA + 1/2 COPO VINAGRE DE ÁLCOOL + 1 COL. SOPA BICARBONATO SÓDIO + 1/4 COPO DE ÁLCOOL + 1 COL. SOPA AMACIANTE.

    Dica: como o vinagre e o bicarbonato efervescem usados juntos, procure fazer a mistura num recipiente grande para depois colocar no frasco menor e na seguinte ordem:

    1 - água
    2 - álcool
    3 - bicarbonato
    4 - vinagre
    5 - amaciante

    Borrife sobre tecidos em geral: sofás, almofadas, caminhas de cachorro, cortinas, travesseiros, cobertores, roupas...além de tirar maus cheiros deixa o perfume duradouro do amaciante.

    Pode ser usado como aromatizador de ambiente, neste caso acrescente umas gotinhas de sua essencia preferida no lugar do amaciante. Captura odores e perfuma.

    Se quiser uma limpeza profunda lave o objeto com a mistura, sem medo de estragar qualquer tecido, pelo contrario, o vinagre reaviva cores, o bicarbonato limpa profundamente, o amaciante amacia as fibras e o álcool faz tudo secar mais rápido.

    Como limpa carpet não tem igual!!!

    Tira cheiro de chulé dos tenis, de mofo das roupas (muuuuito melhor que o Shout!!), de cachorro, de xx de cachorro, de vômito das crianças...

    Pegou um cachorro no colo ou um bb vomitou no seu colo e ficou fedido bem na hora de sair? Espirre a misturinha num pano que não solte pelo (uso o Duramax) e passe na roupa, ou espirre diretamente na roupa e tire o excesso. Pronto!

    Experimente limpar os estofados e teto do carro, principalmente quem fuma no carro, vc não vai acreditar no resultado, limpa e desamarela o teto sem muito esforço.

    Também pode limpar bancadas, interior de armários, pisos...enfim, tudo!

    Vc pode variar o cheiro, e usar sem cheiro nenhum na cozinha.

    Gosto muitíssimo do amaciante concentrado Comfort erva doce e aloe vera, o cheiro é maravilhoso.

    Sugiro não exagerar nos compostos. Bicarbonato demais vai deixar resíduos, amaciante demais deixa meio ensebado e vinagre demais deixa o cheiro de vinagre.

    Aqui em casa sempre tenho um recipiente de 1 litro em spray com a misturinha para borrifar e se quiser passar no chão pra limpar com o rodo mágico abro o recipiente e jogo direto no chão.

    Passe adiante, só conservamos o que temos dividindo-o com os outros.


    Sugira Produtos Não Testados em Animais: http://www.boanimal.blogspot.com.br/p/protetora-dona-joana-precisa-de-ajudamg.html

    terça-feira, 8 de janeiro de 2013

    Saiu Sentença do Caso Lobo


    Vira Lata Vira Vida
    "Saiu a sentença do caso #LOBO!
    Suave, como sempre... :(
    NOTA DA ONG VIRA LATA VIRA VIDA

SAI A SENTENÇA DO CASO LOBO

Publicada hoje (08.01.13), no Diário Oficial Eletrônico, a sentença que condenou CLAUDIO CESAR MESSIAS pela morte do cão Lobo, o rottweiller arrastado pelas ruas de Piracicaba no dia 2 de novembro de 2011. O réu foi condenado a uma pena de 6 meses e 20 dias de detenção, no regime aberto, e ao pagamento de 18 dias-multa, no valor de um salário mínimo cada dia multa. O Judiciário julgou procedente a ação penal movida pelo Ministério Público, na medida em que restou devidamente comprovado que o réu arrastou seu cão por vários quarteirões, causando-lhe gravíssimos ferimentos, que levaram o animal a óbito. A pena de 6 meses e 20 dias de detenção, nos termos da lei, foi substituída por pena de prestação de serviços à comunidade, pelo prazo da condenação, a qual deverá ser cumprida junto ao Canil Municipal de Piracicaba, à razão de uma hora de tarefa por dia de condenação. Já a condenação ao pagamento de 18 dias-multa deverá levar em consideração o valor do salário mínimo da época dos fatos, resultando em condenação na ordem de R$10.000,00. 

O ano de 2013 começa dando verdadeiro exemplo de que as coisas estão mudando em nosso país. Podemos e devemos acreditar na Justiça. A ONG Vira Lata Vira Vida desde o início se pautou pela crença no trabalho sério realizado pela Polícia, Ministério Público, Judiciário e na confiança que, investigações, laudos, perícias e depoimentos levariam à verdade dos fatos. Em pouco mais de 1 ano do acontecido, enfim, veio a condenação. Este triste - mas emblemático - “Caso Lobo” serve para mostrar que a sociedade não tolera mais maus-tratos causados a animais. Mais que isso, serve para mostrar que a sociedade está se mobilizando para exigir a punição daqueles que insistem em praticar atos de crueldade contra os animais. 

A morte do cão Lobo fortaleceu o movimento social pelo combate aos maus-tratos e uniu pessoas de todas as partes do Brasil na busca de mais respeito a toda e qualquer forma de vida.
    NOTA DA ONG VIRA LATA VIRA VIDA

    SAI A SENTENÇA DO CASO LOBO

    Publicada hoje (08.01.13), no Diário Oficial Eletrônico, a sentença que condenou CLAUDIO CESAR MESSIAS pela morte do cão Lobo, o rottweiller arrastado pelas ruas de Piracicaba no dia 2 de novembro de 2011. O réu foi condenado a uma pena de 6 meses e 20 dias de detenção, no regime aberto, e ao pagamento de 18 dias-multa, no valor de um salário mínimo cada dia multa. O Judiciário julgou procedente a ação penal movida pelo Ministério Público, na medida em que restou devidamente comprovado que o réu arrastou seu cão por vários quarteirões, causando-lhe gravíssimos ferimentos, que levaram o animal a óbito. A pena de 6 meses e 20 dias de detenção, nos termos da lei, foi substituída por pena de prestação de serviços à comunidade, pelo prazo da condenação, a qual deverá ser cumprida junto ao Canil Municipal de Piracicaba, à razão de uma hora de tarefa por dia de condenação. Já a condenação ao pagamento de 18 dias-multa deverá levar em consideração o valor do salário mínimo da época dos fatos, resultando em condenação na ordem de R$10.000,00. 

    O ano de 2013 começa dando verdadeiro exemplo de que as coisas estão mudando em nosso país. Podemos e devemos acreditar na Justiça. A ONG Vira Lata Vira Vida desde o início se pautou pela crença no trabalho sério realizado pela Polícia, Ministério Público, Judiciário e na confiança que, investigações, laudos, perícias e depoimentos levariam à verdade dos fatos. Em pouco mais de 1 ano do acontecido, enfim, veio a condenação. Este triste - mas emblemático - “Caso Lobo” serve para mostrar que a sociedade não tolera mais maus-tratos causados a animais. Mais que isso, serve para mostrar que a sociedade está se mobilizando para exigir a punição daqueles que insistem em praticar atos de crueldade contra os animais. 

    A morte do cão Lobo fortaleceu o movimento social pelo combate aos maus-tratos e uniu pessoas de todas as partes do Brasil na busca de mais respeito a toda e qualquer forma de vida."