...

B. O. ANIMAL

Página de Registros, o Blog B.O.Animal ajuda a denunciar e arquivar casos testemunhados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal para não se deixar esquecer dos agressores (nem sempre punidos) e cúmplices de maus tratos e ocultação da verdade. Além de oferecer matérias importantes e interessantes sobre a vida animal, saúde, idade, alimentação, receitas caseiras, tirando dúvidas entre leitores sobre tratamentos e socorros!

Demos o primeiro passo, buscamos apoio e lutamos por Justiça às Vítimas, fatos que foram testemunhados e registrados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal são divulgados e arquivados, não conheceríamos os três maiores criminosos de outra forma: CAMILA CORREIA, DALVA LIMA DA SILVA e CLÁUDIO CÉSAR MESSIAS.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Agora é Oficial: Mulher espanca e mata seu Yorkshire

Vídeo de mulher agredindo cão é investigado pela polícia em GO

Suspeita apresentou-se com advogado à delegacia, mas não depôs.
Agressões são feitas em frente a uma criança e causam polêmica na web.


A Policia Civil de Formosa (GO) instaurou um inquérito para investigar uma denúncia de maus-tratos contra um cachorro da raça Yorkshire, praticados por sua dona, uma enfermeira de 22 anos identificada por Camila Corrêa Alves de Moura Araújo dos Santos, que teve toda a Identidade revelada na Internet. 

ATENÇÃO: IMAGENS FORTES

O inquérito foi instaurado no dia 21 de novembro, após uma denúncia anônima, antes que as imagens fossem divulgadas. Segundo o delegado Carlos Firmino Dantas, do 1º DP de Formosa, o cachorro morreu em decorrência dos maus-tratos.

A enfermeira apontada como responsável pela agressão foi identificada e compareceu à delegacia acompanhada de um advogado na semana passada. De acordo com o delegado, ela ainda não foi ouvida formalmente, mas disse na ocasião que estava estressada e o que o cão dava muito trabalho.

Nas imagens, a mulher aparece jogando e chutando o animal diante de uma criança que, segundo o delegado, é a filha dela. A criança tem entre dois e três anos. A polícia não informou quem gravou as imagens.

Cenas congeladas - vídeo - Reconhecimento

"O caso não é só os maus-tratos ao animal, pode ser que haja também crime previstos pelo estatuto da criança e adolescente, por submeter criança a constrangimento", disse Firmino, que acrescentou ainda que vai ouvir a enfermeira, vizinhos e parentes a partir da próxima semana.

A senadora Heloísa Helena comentou o caso na sua página do Twitter e disse que procedimentos legais já foram tomados pelo Ministério Público e pela Polícia Civil. O Ministério Público de Goias afirmou, no entanto, que assim que o caso encaminhado ao órgão, começará uma investigação.

A reportagem tentou falar com a enfermeira por telefone na noite de ontem e na manhã desta sexta-feira, mas não teve sucesso.


Delegado da 1ª Delegacia de Formosa (GO), Carlos Firmino Dantas. (Foto: Rafaela Céo)Delegado da 1ª Delegacia de Formosa (GO), Carlos
Firmino Dantas (Foto: Rafaela Céo)
O caso provocou repercussão nas redes sociais. O vídeo, publicado na quarta (14), teve mais de 320 mil visualizações até por volta das 10h desta sexta.
No Twitter, a vereadora Heloísa Helena (PSOL), que é ex-senadora e cumpre mandato atual na Câmara Municipal de por Maceió, anunciou que serão formalizadas ações no Ministério Público e defendeu a aprovação de lei contra maus-tratos dos animais.
O vereador Elias Vaz de Andrade (PSOL) anunciou que vai entrar com representação na delegacia-geral de Formosa nesta manhã.

Fontes: Folha.com / G1

Nota: É mais um absurdo que parece não ter fim, cometido por cidadãos sem a mínima Responsabilidade sobre adoção e cuidados básicos, graças a falta de apoio para a Conscientização, Posse Responsável e Leis Severas!
A Justificativa da acusada: "estava estressada e o que o cão dava muito trabalho"

Um animal que cabia na palma de sua mão, poderia ter sido doado facilmente a Tutores Responsáveis, matar não é motivo, é crime! Ele sofreu por vários dias, o áudio do vídeo não gravou latidos do cãozinho que foi arremessado inúmeras vezes ao chão, prova de seu sofrimento já esgotado! Só tentava se esconder de quem deveria zelar por sua vida, só isso; mal podia caminhar, tremia molhado e machucado, sequência de torturas sofridas até não suportar. Ela realmente queria se livrar dele mas como quem queria se livrar dos problemas pessoais externos, que nada tinha haver com o pobre Yorkshire!

Está armada de Advogado para levar o motivo do assassinato para o lado mental: estresse, depressão!

Até quando vão ter Pena do Assassino e Penalizar a Vítima? O Brasil não avança quando o assunto é Justiça, com sua População lutando por Leis Severas, então, o que está acontecendo que nosso Governo não nos escuta?

Lutamos transparentemente por Punição, queremos mudanças em todos os sentidos e esperamos que esta mulher seja presa com a Pena máxima da Lei de Maus Tratos a Animais, somando também ao Estatuto da Criança e que o Conselho Tutelar tire dela o filho para que quando cumprir sua pena, não tenha mais animais para descontar os "dias ruins" e tente praticar as torturas contra o menino!