...

B. O. ANIMAL

Página de Registros de Denúncias, Notícias e Informações da Causa Animal.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Policial usa Spray contra cão e pode ser acusado por Maus-Tratos

07/05/2012 - 18h33
Fonte: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/05/policia-abre-inquerito-para-apurar-uso-de-spray-em-cao-diz-promotora.html

Polícia abre inquérito para apurar uso de spray em cão, diz promotora

Christiane Monnerat diz que ficou caracterizado maus-tratos ao animal.
Segundo ela, policial militar tinha outras formas de se proteger.
O policial usa sprey de pimenta nos olhos da cachorra, na Rocinha (Foto: Domingos Peixoto/O Globo)O policial usa sprey de pimenta nos olhos da cadela, na Rocinha (Foto: Domingos Peixoto/O Globo)
A Polícia Civil abriu inquérito, nesta segunda-feira (7) para apurar o flagrante do uso do spray de pimenta contra um cachorro, na Favela da Rocinha, em São Conrado, na Zona Sul do Rio, ocorrido domingo (6). As informações são da promotora Christiane Monnerat, da 19ª Câmara de Investigação Penal, do Ministério Público estadual. O spray foi usado por um policial militar durante patrulhamento na comunidade.
O flagrante, registrado pelo jornal O Globo, causou polêmica nas redes sociais. A cena ocorreu após um confronto entre policiais e traficantes ocorrido na madrugada.
Por considerar que o policial militar tinha outras formas de se proteger e que ficou caracterizado que houve maus tratos ao bicho, a promotora Christiane Monnerat fez questão de pedir a instauração do inquérito. Crimes de maus tratos a animais, por serem de menor potencial ofensivo, segundo ela, costumam ser analisados no Juizado Especial Criminal (Jecrim).
“Nesse caso tem um agravante, por se tratar de um policial militar, um servidor que é pago para proteger o cidadão. Um colega disse que ele usou o spray em legítima defesa para se proteger do animal que estava latindo. Mas é da natureza do cão latir, assim como é do ser humano falar. Além do mais, ele tinha outras formas de se defender sem precisar maltratar o animal. O cachorro não sabe o que está fazendo”, disse a promotora.
A pena para crimes de maus tratos, de acordo com a promotora, varia de três meses a um ano de detenção.

Cão é salvo após vistoria de PRF em bagageiro de ônibus


07/05/2012 19h49 

PRF encontra cadela dentro de saco em bagageiro de ônibus no RS

Vídeo mostra policial encontrando o animal no bagageiro do veículo.
Matéria/Vídeo: 
Dono foi levado para delegacia e deve responder por maus-tratos a animais.
 
Uma cadela que estava sendo transportada em um saco amarrado dentro do bagageiro de um ônibus intermunicipal foi encontrada nesta segunda-feira (7) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Uruguaiana, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul.
O animal foi descoberto durante fiscalização de rotina da PRF. Ao verificar o bagageiro, os policiais escutaram grunhidos e constataram a presença da cadela dentro de uma sacola amarrada.
O dono, de 20 anos, disse que estava transportando o animal para uma propriedade na zona rural da cidade. Ele foi levado para a delegacia da Polícia Civil, assinou um termo circunstanciado e foi liberado, mas deve responder pelo crime de maus-tratos a animais.
Cadela Bolsa (Foto: PRF/Divulgação)Cadela estava dentro de um saco plástico em bagageiro de ônibus (Foto: PRF/Divulgação)