...

B. O. ANIMAL

Página de Registros, o Blog B.O.Animal ajuda a denunciar e arquivar casos testemunhados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal para não se deixar esquecer dos agressores (nem sempre punidos) e cúmplices de maus tratos e ocultação da verdade. Além de oferecer matérias importantes e interessantes sobre a vida animal, saúde, idade, alimentação, receitas caseiras, tirando dúvidas entre leitores sobre tratamentos e socorros!

Demos o primeiro passo, buscamos apoio e lutamos por Justiça às Vítimas, fatos que foram testemunhados e registrados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal são divulgados e arquivados, não conheceríamos os três maiores criminosos de outra forma: CAMILA CORREIA, DALVA LIMA DA SILVA e CLÁUDIO CÉSAR MESSIAS.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Cláudio Messias falta a Julgamento - Caso cão Lobo


Mecânico falta e julgamento do caso Lobo é adiado para segunda

Advogado de defesa alegou que dono do cão está com medo de sair de casa por causa de ameaças

30/11/2011 - 17:50






O julgamento do mecânico Cláudio César Messias, dono do cachorro Lobo, morto após ser arrastado por quase 1km, foi adiado depois de uma pequena sessão realizada nesta quarta-feira (30) envolvendo o Juiz do Juizado Especial Criminal (Jecrim) Ettore Geraldo Avolio, o Promotor de Justiça Fábio Salem Carvalho e o advogado de defesa de Messias, José Silvestre da Silva. O novo encontro será nesta segunda-feira (5), às 15h, no Fórum de Piracicaba.
O motivo do adiamento foi a ausência do mecânico. Segundo Silvestre, seu cliente está com medo de sair de casa, já que vem recebendo muitas ameaças. “O celular dele está com a polícia técnica para averiguar quem são as pessoas que estão o ameaçando. Por este motivo, ele não quer andar pela rua, com receio de ser linchado”, afirma.
Diante deste posicionamento, Avolio pediu a mudança da data e fez o requerimento uma escolta policial para trazer o dono do cão no julgamento da próxima semana. “Achei que não valeria a pena discutir a justificativa. Seria melhor resignar a audiência  e retirar aquele que seria obstáculo dado pela defesa”, afirma o juiz.
O advogado de defesa também questionou a rapidez com que o caso foi levado a julgamento. “Ele foi condenado antes de qualquer averiguação. Essa audiência está acontecendo antes do resultado do laudo. É como trocar uma tartaruga por uma Ferrari”, compara Silva. Segundo Avolio, o procedimento está correto. “O advogado insiste na presença do laudo, como prova.  Este resultado não altera o crime. Só muda se a pena vai aumentar ou não. O crime já está prescrito dentro do código ambiental”, explica.
A promotoria pede como pena o pagamento de dois salários mínimos e 120h de prestação de serviços ao Canil Municipal.



Tratamento do Lobo  
A presidente da ONG Vira-Lata Vira-Vida, Miriam Miranda, também acompanhou a sessão.  Ele entrou com uma ação cível para cobrar de Messias o que foi gasto durante a internação do cachorro em clínica veterinária particular. Segundo o documento, o mecânico teria que pagar um valor de R$ 7.5 mil.



“A pena é muito pequena para o crime que ele cometeu e não tem o que a gente fazer enquanto o código ambiental não for mudado. Queremos então que pelo menos ele arque com os gastos do tratamento”, afirma Miriam.




Nenhum comentário:

Postar um comentário