...

B. O. ANIMAL

Página de Registros, o Blog B.O.Animal ajuda a denunciar e arquivar casos testemunhados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal para não se deixar esquecer dos agressores (nem sempre punidos) e cúmplices de maus tratos e ocultação da verdade. Além de oferecer matérias importantes e interessantes sobre a vida animal, saúde, idade, alimentação, receitas caseiras, tirando dúvidas entre leitores sobre tratamentos e socorros!

Demos o primeiro passo, buscamos apoio e lutamos por Justiça às Vítimas, fatos que foram testemunhados e registrados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal são divulgados e arquivados, não conheceríamos os três maiores criminosos de outra forma: CAMILA CORREIA, DALVA LIMA DA SILVA e CLÁUDIO CÉSAR MESSIAS.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Agressão pública em Niterói - Cadela agredida pelo dono

Por: Luana Souza - 08/08/2011

Acusado de bater em cadela no Campo de São Bento foi preso nesta segunda-feira no Campo São Bento, em Icaraí. Cadela foi socorrida por guardas e levada para delegacia. Foto: André Redlich

Cadela socorrida Nicole


Animal teria sido espancado pelo próprio dono durante passeio no Campo São Bento e pessoas que presenciaram o fato ficaram indignadas com a cena. A história foi parar na polícia

Um homem foi detido na tarde desta segunda-feira no Campo de São Bento, em Icaraí, acusado de espancar a própria cadela. Segundo testemunhas, a pequena Nicole, da raça Basset Dashound Teckel, teria sido agredida com socos na cabeça e pontapés por não ter acompanhado o dono em seu passeio pelo campo.

Pessoas que passeavam pelo parque pediram que o homem não agredisse a cadela, ele alegou que o animal era dele e faria o que quisesse com ele. A fim de mostrar sua autoridade, ele ainda a pegou nos braços e a jogou no chão, chutando-a em seguida.

Uma estudante de 23 anos se revoltou com a cena e procurou ajuda. Ela ligou para um amigo, dono de petshop, que chamou a polícia. Segundo a jovem, o acusado ainda teria feito ameaças a ela e à própria cachorra, dizendo que a estudante “tinha sorte dele ser uma pessoa de boa índole, pois do contrário ela se veria com ele”. Ainda segundo a estudante, para a cadela Nicole, ele teria dito que “ela iria se ver com ele quando os dois chegassem em casa”, dando a entender que mataria a cachorra.

Leandro Costa, um dos guardas do parque que ajudou a polícia a conduzir o acusado à delegacia, disse que ele já era conhecido por chutar as palmeiras e por já ter sido repreendido outras vezes por maus tratos aos animais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário