...

B. O. ANIMAL

Página de Registros, o Blog B.O.Animal ajuda a denunciar e arquivar casos testemunhados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal para não se deixar esquecer dos agressores (nem sempre punidos) e cúmplices de maus tratos e ocultação da verdade. Além de oferecer matérias importantes e interessantes sobre a vida animal, saúde, idade, alimentação, receitas caseiras, tirando dúvidas entre leitores sobre tratamentos e socorros!

Demos o primeiro passo, buscamos apoio e lutamos por Justiça às Vítimas, fatos que foram testemunhados e registrados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal são divulgados e arquivados, não conheceríamos os três maiores criminosos de outra forma: CAMILA CORREIA, DALVA LIMA DA SILVA e CLÁUDIO CÉSAR MESSIAS.

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Tosse de Cachorro

OBSERVE SEU CÃO!

A tosse de canis, mais conhecida como tosse de cão é causada geralmente peça ação de agentes infecciosos, como a bactéria denominada Bordelha Bronchiseptica e de dois vírus, o Parainfluienza e o Adenovírus, os quais agem de forma isolada ou em conjunto. Geralmente ataca os recém desmamados ou adultos com sistema imunológico fragilizado (estresse ou doenças como verminoses, anêmicos).

O que vale ressaltar é que a Bordelha Bronchiseptica pode acometer também os seres humanos, desta forma, é considerada como uma zoonose, que são doenças transmitidas de animais para o homem ou do home para os animais, que tem como agentes que desencadeiam essas afecções microorganismos diversos, como vírus, helmintos, bactérias, fungos, e rickéttsias. Geralmente, os cães que estão resfriados, o principal sintoma é a tosse seca, a qual parece que o animal está engasgado, e muitas vezes podendo expelir uma espécie de espuma branca. Esta tosse costuma piorar com a realização de atividades físicas, agitação e até mesmo pela utilização da coleira, pois este utensílio provoca uma pressão na região.

Em caso mais graves, o animal pode apresentar secreção nos olhos, falta de apetite, coriza e febre, sendo que em filhotes e em animais debilitados o quadro pode evoluir para problemas mais sérios, como por exemplo, a pneumonia. O tratamento desta doença e tosse é básico, sendo que consiste no uso de antibióticos, xaropes para aliviar a tosse, antiinflamatórios e confinamento do animal, evitando que o mesmo fique exposto ao vento, frio, umidade e ainda, evitar banhá-lo nas semanas seguintes até que a tosse desapareça.

Para os proprietários que contam com mais de um cão em casa, é possível perceber que cada animal contraia a doença com uma certa gravidade, sendo esta uma semelhança com a gripe humana, por isso, é indicado que principalmente nas épocas mais frias do ano procure proporcionar ambientes mais quentes e maior proteção contra o frio ao seus animais. Além disso, evite levá-los para passear em ambientes em que haja muita concentração de animais, como jardins, parques, canis, parques e lojas de animais. Vale lembrar que a gripe canina pode não apresentar a tosse seca, geralmente, este sintoma é mais comum em animais cardiopatas, isto é, em caos que contam com problemas cardíacos,, sobretudo, os idosos. Desta forma, é sempre importante levar seu cão a uma visita ao veterinário de confiança para o diagnóstico correto e adequado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário