...

B. O. ANIMAL

Página de Registros de Denúncias, Notícias e Informações da Causa Animal.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Cavalo morre após ser espancado por carroceiro



No último dia 12 de agosto, a Chicote Nunca Mais foi procurada por moradores de Gravataí para socorrer um cavalo que havia caído na carroça e foi violentamente espancado pelo carroceiro na estrada Dioníso de Lima. Populares revoltados deram uma surra no agressor, que seria usuário de drogas. O cavalo estava no chão, atirado no barro, com muitos ferimentos na cabeça. Tinha o maxilar fraturado e ferimentos no olho, era muito magro e com visíveis sinais de maus-tratos anteriores. O carroceiro praticou toda a violência na frente dos filhos pequenos.



"Foi muito difícil conseguirmos um transporte, e só deu para levá-lo depois de quase duas horas. Quando chegou no Hospital Veterinário da Ufrgs, já estava em óbito. Temos o nome do agressor, laudo veterinário e TC da ocorrência. Vamos ao MP e queremos que seja exemplarmente punido. Enquanto a lei não for cumprida pelas autoridades o coisa não vai mudar - a Lei dos Crimes Ambientais é muito clara, ferimentos na cabeça do animal dobram a pena. Quando o óbito decorre da agressão, há acréscimo. A droga é uma escolha do usuário - o animal não pode escolher o dono. Esse desgraçado vai para a cadeia por empenho pessoal da Chicote", revolta-se Fair Soares, presidente da ONG Chicote Nunca Mais.

Um comentário:

  1. Vão me desculpar mas uma surra é pouco para um drogado que não se importa com a vida de ninguém! Uma pessoa assim não tem limites, tem que arrancar este povo da sociedade, porém, o Governo não tem nem como investir em centros de recuperação, nós que pagamos por isso em todos os sentidos!!!

    ResponderExcluir