...

B. O. ANIMAL

Página de Registros, o Blog B.O.Animal ajuda a denunciar e arquivar casos testemunhados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal para não se deixar esquecer dos agressores (nem sempre punidos) e cúmplices de maus tratos e ocultação da verdade. Além de oferecer matérias importantes e interessantes sobre a vida animal, saúde, idade, alimentação, receitas caseiras, tirando dúvidas entre leitores sobre tratamentos e socorros!

Demos o primeiro passo, buscamos apoio e lutamos por Justiça às Vítimas, fatos que foram testemunhados e registrados por Protetores e Simpatizantes da Causa Animal são divulgados e arquivados, não conheceríamos os três maiores criminosos de outra forma: CAMILA CORREIA, DALVA LIMA DA SILVA e CLÁUDIO CÉSAR MESSIAS.

domingo, 13 de novembro de 2011

Avon confirma testes em animais


Avon confirma testar cosméticos em animais após alerta do PETA


Testes em animais são sempre um assunto controverso, ao menos quando se tratam de testes para a produção de medicamentos. Enquanto alguns são absolutamente contrários, outros argumentam, por exemplo, que se nós estamos saudáveis e com expectativa de viver 80 anos ou mais é graças a muitas descobertas científicas feitas com testes em animais.
Mas uma situação bastante diferente e que acredito ser mais consensual é: testes em animais para a produção de cosméticos são um absurdo.
Avon parecia entender isso sendo a primeira grande empresa do ramo a encerrar tais testes há muitos anos – o PETA inclusive a listava como cruelty-free por bastante tempo. Mas isso mudou e a Avon foi diretamente pra lista de empresas que sim, fazem testes em animais.
A razão é simples, alguns países, dentre eles a China (com seu gigantesco mercado consumidor) exigem testes em animais para liberação de alguns produtos. Várias empresas simplesmente não entram no país por causa disso. A Avon entrou.
Essas informações foram confirmadas pelos amigos do consciencia.blog.br que, ao questionarem o PETA sobre o assunto, receberam a seguinte resposta, em tradução livre:
Caro Robson,
Obrigado por nos contatar sobre a Avon. A Avon estava incluída na lista cruelty-free da PETA por mais de duas décadas, daí ficamos atordoados ao saber que ela está pagando por testes em animais na China. Isso significa que a Avon não se qualifica mais para ser listada como cruelty-free, e nós a movemos da nossa lista de empresas que baniram permanentemente todos os testes em animais para nossa lista de companhias que testam sim em animais.
Pelos testes em animais serem requeridos pelo governo chinês antes de muitos produtos cosméticos poderem ser comercializados na China, algumas companhias escolhem não vender seus produtos lá. Nós convocamos você para apoiar essas empresas e continuar comprando produtos das mais de mil empresas de nossa lista de cruelty-free, que pode ser encontrada em http://www.PETA.org/living/beauty-and-personal-care/companies/default.aspx. Por favor, faça a Avon saber por que você não comprará mais seus produtos.
Avon Products, Inc.
1345 Avenue of the Americas
New York, NY 10105
dearavon@avon.com
212-282-5000
800-367-2866
Graças a um generoso financiamento dado à PETA, nós agora estamos apoiando os esforços do Instituto pelas Ciências In Vitro (http://www.iivs.org), que está provendo treinamento para cientistas na China no uso de métodos não animais de teste e trabalhando com membros do governo para aceitarem os métodos não animais que são usados nos EUA, na União Europeia e em muitas outras partes do mundo. Nós estamos demandando da Avon para que contribua significativamente para esse esforço apressar o processo.
Para ler mais sobre métodos não animais e como a PETA tem sido instrumental na aceitação desses testes por governos ao redor do mundo, por favor visitehttp://www.PETA.org/issues/animals-used-for-experimentation/peta-scientific-papers-and-presentations.aspx.
Para aprender mais sobre como os animais sofrem em laboratórios, por favor vá ahttp://www.PETA.org/issues/animals-used-for-experimentation/default.aspx. Para se envolver nas outras campanhas da PETA, por favor veja http://www.PETA.org/action/default.aspx. Para fazer uma duação em apoio às campanhas da PETA para parar a crueldade contra animais, por favor visitehttp://www.PETA.org/donate.
Obrigado novamente por escrever e por tudo que você faz para ajudar os animais.
Com sinceridade,
O staff da PETA
http://www.PETA.org

Questionando a Avon sobre o caso, também em tradução livre, essa foi a resposta:
Obrigado por compartilhar seus pensamentos.
Obrigado por nos contatar.
O comprometimento da Avon em não testar em animais é o mesmo que tem sido por mais de vinte anos. Nada mudou, e nós continuamos a estar em comunicação com a PETA sobre o assunto. Nós sempre temos deixado bem claro que a Avon não conduz testes em animais “exceto quando exigido pela lei”. A Avon faz negócios em mais de cem países, e uma pequena porção desses países tem leis que requerem testes em animais. A Avon é apenas uma de uma longa lista de empresas de beleza globais que encaram a mesma questão. As únicas companhias que não vivem isso são aquelas que comercializam seus produtos em um número limitado de países. No entanto, em todo caso, antes de cumprir a lei, a Avon faz um esforço de boa-fé para persuadir a autoridade exigente a aceitar dados de testes não animais.
Por favor leia o anexo [em inglês] para aprender mais
Para colocar isso em perspectiva, a Avon oferece aproximadamente 9 mil produtos em mais de 100 países, e em 2011 menos de 0,3% desses milhares de produtos da Avon foram testados em animais tal como exigido pela lei (isto são três décimos de um porcento – 9000 x 0,003). Nossa meta é levar esse número a zero. É importante notar que a Avon independentemente substancia a segurança de seus produtos sem qualquer teste em animais e todo o programa global de segurança de produtos é calcado na oposição a testes desnecessários em animais e no respeito ao bem-estar animal. Em 1989 a Avon foi a primeira grande empresa de cosméticos no mundo a estabelecer uma política de não testar em animais. A única razão que uma pequena porção de produtos são testadas em animais é porque alguns governos ainda preciam aceitar o uso de abordagens alternativas cientificamente válidas para asseguramento de segurança.
Embora não possamos falar em nome da PETA, nós acreditamos que eles tenham decidido se tornar defensores mais agressivos na arena global com o foco em mudar leis na porção de países que requerem testes em animais para cosméticos. Avon e PETA compartilham o objetivo comum de persuadir os governos a aceitarem alternativas de abordagem cientificamente válidas aos testes em animais. A Avon está trabalhando junto com outras empresas globais de beleza para obter a aceitação de alternativas aos testes em animais ao redor do mundo.
É importante notar também que a Avon oferece empregos e oportunidades econômicas para indivíduos ao redor do mundo, com 6,5 milhões de representantes de vendas ganhando dinheiro para sustentar a si mesm@s e a suas famílias – e a vasta maioria d@s representantes de vendas são mulheres. Isso inclui muitas na China para quem as oportunidades econômicas são muito limitadas.
Representantes de vendas e consumidores da Avon podem continuar usando os produtos da Avon com confiança.
Susan Heaney
Equipe de Responsabilidade Corporativa da Avon
A Avon está comprometida em ser uma cidadã global responsável. Saiba mais em http://responsibility.avoncompany.com/
Nota-se que ao dizer “uma pequena porção desses países” a Avon demonstra que não se trata sequer de exclusividade da China.
A proposta do Consciência Blog é boicotar os produtos da empresa de forma aberta e ampla, com insistente renovação do caso em ONGs de defesa dos Direitos Animais, para que a Avon e empresas em mesma situação pressionem os governos dos países onde testes em animais são obrigatórios por lei até que consigam revertê-la. Se não por força do próprio povo, talvez pelo poder de grandes companhias isso seja possível.
Então o fato é: a Avon paga pela realização de testes em animais para entrar em países com a China. Precisamos debater a questão e analisar se vale a pena boicotá-la, afinal, será produtivo boicotar empresas multinacionais que são obrigadas por lei em outros países a testar seus produtos em animais?

Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário